CONTATO >

T: (21) 2285.4299

F: (21) 99831.0939

E: taligado@redenami.com

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

© 2018 por Rede NAMI.

Rua Tavares Bastos, 283, casa 2, Catete, Rio de Janeiro.

"A NAMI é uma rede de mulheres

que usa as artes urbanas

para promover

os nossos direitos"

#AfroGrafiteiras 2018: Turma avançada - Módulo II

August 10, 2018

No dia 26 de maio, as #AfroGrafiteiras #MuseudaRepública receberam Claudielle Pavão, professora de História da Rede Pública, para uma palestra sobre Representatividade.

 

A palestrante se inicia destacando como a mídia, a literatura e as artes representam a população negra, as pessoas de baixa renda, as mulheres e a brasilidade; e como esta representação afeta negativamente estes grupos considerados menos importantes pelos meios de comunicação. Explicitou também a importância de criar e consumir conteúdo de outras mulheres negras e deu exemplos de autoras, roteiristas, cineastas e artistas que trabalham com o conceito de representatividade para reverter noções preconceituosas sobre minorias.

 

Na oficina seguinte, as atividades do módulo foram interrompidas para que as participantes pudessem desenvolver um mural livre sobre a Copa do Mundo 2018, a pedidos dos moradores da Tavares Bastos que cederam o muro da quadra de futebol da comunidade.

Dia 9, de volta ao Museu da República, as AfroGrafiteiras receberam um espelho e, a partir de orientações da oficineira, foram incentivadas a construir um autorretrato a lápis grafite. O processo de auto-observação é importante na construção dos retratos para que as artistas consigam captar suas principais características físicas no desenho.

 

 

Na semana seguinte, com este mesmo desenho em mãos, elas são convidadas a colorir seus retratos usando lápis de cor, sendo livres para seguir ou não os tons realistas da pele, os retratos ganharam mais dimensão e começam a se mostrar mais próximos do que serão no muro.

Nas duas semanas subsequentes, as participantes trabalharam no muro, na primeira semana desenvolveram o fundo coletivo e na segunda os retratos, procurando sempre integrar seus desenhos para tornar a arte mais fluida. Este mural fica na esquina da Rua Barão de Guaratiba com a Rua do Catete, no bairro do Catete, no Rio de Janeiro. Veja o resultado:

 

 

Please reload

Please reload

Please reload

Please reload