#FundoNAMI 2016: Oficina de graffiti no Mês da Visibilidade Lésbica

Em 20 de agosto de 2016 a rede NAMI se juntou à Coletiva Visibilidade Lésbica, um grupo de lésbicas independentes, para uma oficina de graffiti temática em homenagem ao dia do Orgulho e o da Visibilidade Lésbica, comemorados em 19 e 29 de agosto, respectivamente.


A intenção da Coletiva é realizar atividades culturais e discussões sobre feminismo e lesbiandade, oferecendo um espaço exclusivo e seguro. A programação contou com oficina de autodefesa, rodas de conversa, cineclube, diversas oficinas e um sarau.

A Rede Nami, enquanto instituição feminista, decidiu apoiar o evento com uma oficina de graffiti, ministrada por J Lo Borges e com a presença de Jandira Queiroz, realizada em parte do muro do metrô de Vicente de Carvalho. O tema abordado foi arte, política e transgressão: grafitar sobre ser uma mulher lésbica em um mundo em que sua existência política e sexual é negada tem qual significado?