Resistência Sapatão por Marielle Franco

“Eles vandalizam um painel, nós reconstruímos. Eles quebraram uma placa, nós refizemos milhares. Eles depredaram um grafite. O que vamos fazer? Exatamente: RECONSTRUIR”

(Monica Benicio).

Monica Benicio após a reconstrução do graffiti de Marielle. Foto: Johnny Silvestre

Em 11 de Julho de 2018, Malala Yousefzai esteve na NAMI e reproduziu a arte de Simone Siss com o rosto de Marielle Franco. O graffiti foi vandalizado em dezembro de 2018 e, em 14 de janeiro de 2019, quando completou 10 meses do assassinato de Marielle, sua viúva, Monica Benicio, veio à NAMI restaurá-lo, em evento que celebrou o amor e a resistência de mulheres lésbicas.

A NAMI ofereceu oficina de graffiti e distribuiu mais de 500 cartazes com a imagem da arte restaurada. O evento também contou com intervenções culturais de organizações de mulheres lésbicas e simpatizantes a causa.