Rodas de conversas online com Maxwell Alexandre e Aline Motta

Continuamos com nossas formações online, onde a equipe da NAMI e seus parceiros participam de rodas de conversas com diversos artistas. Nesses encontros nossos convidados falam sobre sua trajetória artística e as dificuldades de se tornar um artista no Brasil. Esse bate-papo além de servir como formação para nossa equipe, também está auxiliando na escrita do livro da NAMI: Hackeando o Poder: Táticas de Guerrilha para Artistas do Sul Global, que terá sua versão online publicada ainda este ano.


Na semana passada recebemos o artista carioca Maxwell Alexandre, morador da favela da Rocinha. Em suas obras o artista fala da poética urbana e de sua vivência na favela, lugar onde nasceu e reside até hoje, para ele suas obras são orações e seu ateliê um templo. Maxwell também um dos criadores da Igreja do Reino da Arte.


E ontem a roda de conversa foi com a artista Aline Motta, nascida em Nitéroi, hoje a artista reside em São Paulo, e já foi contemplada com o Programa Rumos Itaú Cultural 2015/2016, com a Bolsa ZUM de Fotografia do Instituto Moreira Salles 2018 e com 7º Prêmio Indústria Nacional Marcantonio Vilaça 2019. Suas obras combinam diferentes técnicas e práticas artísticas, buscando revelar outras corporalidades, criar sentido, ressignificar memórias e elaborar outras formas de existência.


Série Pardo é Papel, Maxwell Alexandre

Filha natural, instalação fotográfica, Aline Motta


CONTATO >

T: (21) 2285.4299

F: (21) 99831.0939

E: taligado@redenami.com

Assine nossa newsletter e fique por dentro!

© 2018 por Rede NAMI.

Rua Tavares Bastos, 283, casa 2, Catete, Rio de Janeiro. CEP: 22.221-030

"A NAMI é uma rede de mulheres

que usa as artes urbanas

para promover

os nossos direitos"