Atividades apoiadas pelo Fundo NAMI 2022

Confira algumas das atividades que foram apoiadas pelo #FundoNAMI no primeiro semestre deste ano:

Durante o mês de fevereiro, a Rede NAMI abriu o edital para Fundo NAMI Marielle Franco 2022, em que selecionamos oito projetos para serem apoiados com materiais de pintura, desenho e graffiti no primeiro semestre do ano, que chegaram a impactar a vida de mais de 130 pessoas.


As artistas selecionadas propuseram atividades que envolveram realizações de oficinas de graffiti, stencil, desenho e rodas de conversa sobre sustentabilidade, igualdade de gênero, racismo e fim da violência contra a mulher. Os projetos foram liderados, em sua maioria, por mulheres negras e direcionados para pessoas com deficiência, pessoas trans, mulheres negras, adolescentes de unidades socioeducativas, crianças e trabalhadoras de coleta seletiva.


Separamos alguns dos projetos, que foram realizados durante o mês de maio, para você acompanhar como foi o processo e o resultado cada atividade:



"Arte e sustentabilidade" na Coopcarmo:


Foram realizadas na Cooperativa Mista de Coleta Seletiva oficinas e atividades com temas sobre sustentabilidade, mudanças climáticas, racismo e igualdade de gênero.


A Coopcarmo desenvolve um trabalho de coleta seletiva e reaproveitamento de materiais desde 1993, em Jacutinga – Mesquita. O grupo formado por mulheres, tem como foco contribuir para a preservação ambiental, resgatar a cidadania e a inclusão social e gerar renda para as mulheres da comunidade de Jacutinga.




Mutirão Cultural Frente Cavalcanti:


No dia 14 de maio, aconteceu o I Mutirão Cultural Frente Cavalcanti, realizado pela Frente Cavalcantie e com o apoio do Fundo NAMI Marielle Franco.


Com o propósito de revitalizar uma parte do bairro Cavalcanti, localizado na Zona Norte do Rio de Janeiro, o evento contou com a produção de murais com temas envolvendo ciência, resistência e empoderamento das minorias.


O projeto foi idealizado pela artista Tebla e contou com a participação de outros artistas convidados.





Graffiti empreendedoras Z.O "Combate ao racismo" no espaço cultural As Josefinas:


Nos dias 21 e 28 de maio, a casa de formação e espaço cultural, As Josefinas, com o apoio do Fundo NAMI 2022, sediou uma roda de conversa e uma oficina de graffiti com o tema: combate ao racismo e empoderamento feminino.





Oficina de Expressões Poéticas na Degase PACGC:


A Oficina de Expressões Poéticas foi um evento idealizado pela Nahyá Nogueira, que ministra o grupo de leitura "Tecendo Caminhos", e que contou com o apoio do Fundo NAMI 2022. O projeto do grupo de leitura é uma iniciativa da Associação Elas Existem-Mulheres Encarceradas e os encontros ocorrem quinzenalmente na unidade socioeducativa feminina do Rio de Janeiro PACGC.


A oficina se baseou no tema "produção poética e diversas formas de expressão", contando com a leitura do livro da Mel Duarte "Querem nos calar: Poemas para serem lidos em voz alta", que deu espaço para uma roda de conversa e recitação de poesia marginal e Slam, e terminou com uma atividade de pintura, onde as participantes do grupo puderam colocar no papel seus sentimentos, ideias e vontades daquele momento presente.


A Associação Elas Existem-Mulheres Encarceradas é uma organização sem fins lucrativos manifestadamente feminista interseccional, anti-punitivista, abolicionista penal e tem por finalidade atuar em prol das mulheres cis e trans que compõe o sistema penitenciário e das adolescentes cis e trans do sistema socioeducativo feminino.






A(rua)anda - Graffiti d'quebrada na Vila Tecnológica de Ribeirão Preto:


O Fundo NAMI Marielle Franco 2022 apoiou o projeto Hip Hop Por Nois na realização de um painel de graffiti em Ribeirão Preto. Buscando equidade de gênero e raça, o foco do projeto é o protagonismo de mulheres e pessoas LGBTQIAP+ na cultura hip hop e as narrativas criadas por esses grupos.


A criação do painel fez parte do evento "A(rua)anda - Graffiti d'quebrada", realizado no dia 15/05 na Vila Tecnológica de Ribeirão Preto, espaço cultural aberto ao público para eventos e oficinas, com o objetivo de descentralizar, garantir e democratizar o acesso à arte e à cultura no local.





FAIM Educa no Espaço Emily e Rebecca:


O Festival de Artes de Imbariê, com o apoio do Fundo NAMI Marielle Franco de 2022, realizou oficinas e atividades artísticas em Duque de Caxias. No dia 18 de maio, a Rede NAMI foi até o Espaço Cultural Emily e Rebecca, um espaço cultural e educacional voltado para crianças, para acompanhar de perto uma oficina de desenho.




Oficina de Graffiti para mulheres da Coletiva Margaridas


A Oficina de Graffiti para Mulheres foi uma atividade organizada e ofertada pela Coletiva Margaridas, em São João de Meriti e que contou com o apoio do #FundoNAMI. O objetivo do evento foi trabalhar com as mulheres da comunidade temáticas relacionadas a gênero e violência contra a mulher, contribuindo com o fortalecimento pessoal das participantes, que tiraram o dia para construir uma rede de apoio, compartilhando histórias, sentimentos e se expressando através da arte.