Websérie: Mural História das Mulheres


Em 2020 a NAMI abriu um edital emergencial com o objetivo de auxiliar artistas mulheres durante a pandemia do Covid-19. No edital haviam os temas “A Construção do termo "Mulher" na sociedade”, “Violência Patrimonial”, “Violência Física”, “Disque 180”, “Violência Psicológica”, “Machismo”, “Violência Sexual”, “Feminicídio”, “Historia das Mulheres” e “Violência Moral”, a serem escolhidos por cada artista para produzir um trabalho sobre alguma dessas temáticas. Uma das selecionadas foi a artista visual Márcia Falcão.


Márcia Falcão é artista visual, graduada em Pintura em 2010 pela UFRJ. Atualmente vive e trabalha no Rio de Janeiro.

Um dos temas principais em seus trabalhos tem sido sobre as mulheres, vista através de experiências pessoais tendo o Rio de Janeiro como cenário, belo e poético, porém violento e assustador. A artista também se apropria de imagens iconográficas da história da arte, buscando romper com as figurações padronizadas ressignificando-as, esses ícones se adequam às identidades do subúrbio. A artista faz uso de acontecimentos corriqueiros no subúrbio, a juventude, infância, festejo e maternidade, para manifestar como forma de empoderamento, a potência de seus ensaios políticos, estéticos, sociais e visuais.

Márcia elaborou um croqui (rascunho e, ou, ideia) com o tema História das Mulheres em 2020, trazendo sete personagens: Conceição Evaristo, uma das integrantes do Bonde das Maravilhas, uma mãe, as filhas da Márcia, uma mulher bem vestida e outra grávida. Em março de 2021 visitou o Museu Vivo NAMI, na Tavares Bastos, Zona Sul do Rio, para a produção do seu mural. A NAMI acompanhou passo a passo desse processo e produziu uma websérie em seu canal do Youtube sobre a luta das mulheres brasileiras, contando com a participação de Lúcia Xavier - ativista com foco no racismo, direitos humanos e direitos das mulheres, coordenadora da organização de mulheres negras fundada em 1992, Criola. Toda sexta-feira, às 17h, tem encontro novo no #CanalRedeNAMI sobre artes e direitos, inscreva-se e ative o sininho para receber nosso conteúdo.